segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

São Paulo, essa terra do tão distante


Em minhas andanças pelo Brasil adentro, cheguei a conhecer muitas pessoas que tinham interesse em pelo menos conhecer ou passar uns bons dias em São Paulo. Meus parentes nordestinos que vieram da Zona da Mata de Pernambuco para tentar ganhar a vida na capital paulistana gostam de trazer outros conterrâneos para trabalhar por essas bandas. Segundo eles, aqui é a 'terra do dinheiro'.

Ao mesmo tempo que vêm pra cá, eles se sentem reclusos diante da grandeza desta cidade. Quando moravam no interior do Nordeste, se sentiam livres para se deslocarem para onde quer que fossem: podia ser a pé, de bicicleta, nos carros-de-boi, motocicletas... de algum jeito chegavam a seus destinos.

Rogério - nome fictício para se referir a um primo meu que mora em Sampa - mora na região de Parelheiros (Zona Sul) e trabalha seis dias por semana em uma metalúrgica. Trabalha um dia no final de semana para compensar com hora extra o pouco salário que ganha. Já vive por aqui há mais de quatro anos. Certa vez, quando dei uma passada em sua casa, mencionei que ia dar uma volta na Avenida Paulista para encontrar uns amigos e ir para a Rua Augusta. Tímido, ele comentou que devia ser muito bonita a paisagem de lá. Sem hesitar, chamei ele para vir comigo e ele apressou-se em colocar a melhor roupa que tinha.

Ele ficou deslumbrado com as pessoas que circulavam no local, com os prédios de arquitetura moderna e todo o clima que envolve a Av. Paulista. De tanta informação, ele não conseguia descrever o que sentia passeando por aquelas calçadas.

Entrando nos bares, lanchonetes e regiões comerciais de lá, ele percebeu que a maioria dos trabalhadores ainda preservava um sotaque nordestino. Expliquei que são poucos os paulistanos de raiz que existem. Geralmente, aqueles que o são, fazem o que podem para viajar no final de semana porque não aguentam o trânsito caótico ou o clima instável. É como dizia o Caetano Veloso na letra de "Sampa": aqui é a terra dos "novos baianos" e eles "podem te curtir numa boa".

Rogério me disse que muitos colegas de trabalho não sabem informar onde chegar em determinados locais. "Como pode uma pessoa morar em uma cidade e não saber dar uma informação?" Respondi que é pelo fato da cidade ser grande demais, uma das maiores do mundo. "Mas, mesmo assim, a gente vê que às vezes um cara sabe dar a informação mas não dá por preguiça de falar, pela pressa, sei lá". É a tal hostilidade típica do cidadão apressado de São Paulo.

De qualquer forma, eu mesmo não conheço muitos lugares desta cidade. Para quem não tem como se deslocar com um transporte particular, tudo é muito distante. De fato, a deficiência do transporte coletivo é um empecilho para desfrutar de cada espaço que São Paulo oferece. Rogério tem a oportunidade de conhecer muitas coisas, mas fica retraído porque sabe que as pessoas não são de confiança e sabe que o ônibus pode deixá-lo na mão. Ainda tem que andar de mãos dadas com algum ser citadino que tenha paciência de apresentar a cidade. E olha que ele mora aqui há quatro anos!

São Paulo, muito além de ser a terra das oportunidades, é uma terra onde só quem tem dinheiro pode aproveitar. Como se já não bastasse a adaptação a um ambiente de estresse e correria, Rogério ainda tem o desafio de se enquadrar nos parâmetros sociais desta cidade para encontrar algum tipo de diversão. Por mais que reclame do preço do feijão, da cerveja e da passagem de ônibus, faz o que pode para não passar os dias de folga enfurnado assistindo Faustão. E, para isso, não adianta: tem que coçar o bolso e ter coragem para enfrentar pelo menos uma hora de transporte para chegar aonde deseja.

* É com atraso, mas pode considerar este post meu 'presente' pelo aniversário de 456 anos de São Paulo.

** Sei que letra é de Caetano, mas prefiro escutá-la na voz de Gilberto Gil. No vídeo, a música é cantada na gravação de seu álbum ao vivo "Unplugged", de 1994:

Compartilhe este Post:
MySpace Agregar a Technorati Agregar a Google Agregar a Yahoo! Adicionar ao Blogblogs
Related Posts with Thumbnails